Mundo

Pyongyang propõe ligação aérea com Suel

A Coreia do Sul anunciou recentemente que a Coreia do Norte propôs uma nova ligação aérea entre os dois países, numa altura em que as relações diplomáticas entre ambos parecem estar a melhorar.

A Coreia do Sul anunciou recentemente que a Coreia do Norte propôs uma nova ligação aérea entre os dois países, numa altura em que as relações diplomáticas entre ambos parecem estar a melhorar. O líder norte-coreano, Kim Jong-un, comprometeu-se a pôr fim às hostilidades militares contra Seul, incluindo no espaço aéreo, apesar de os dois países se encontrarem ainda tecnicamente em guerra. O regime norte-coreano enviou esta semana um pedido à Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO, na sigla em inglês), que regula a aviação comercial em todo o mundo, para operar uma rota entre Pyongyang e Seul. O pedido está a ser avaliado e os agentes da ICAO devem visitar o país esta semana. A concretizar-se, será a primeira ligação comercial entre as duas Coreias. “Temos conhecimento de que o que a Coreia do Norte propôs é a abertura de uma rota aérea internacional que ligará Pyongyang e Incheon a um terceiro país, e não uma rota directa entre Pyongyang e Incheon”, afirmou o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Sul, Noh Kyu-duk. Até 2008, alguns voos ligaram as duas capitais da península coreana, mas foram descontinuados. Vários países, como o Reino Unido, França, Alemanha e Estados Unidos aconselham as companhias aéreas a não voarem no espaço aéreo norte-coreano, devido à ameaça que representa para os aviões comerciais os lançamentos de mísseis não anunciados.