Mundo

França e África reunem em Paris

Um encontro internacional organizado sob a égide dos Ministérios franceses da Economia e dos Negócios Estrangeiros reuniu, de segunda à qurta-feira , em Paris, vários ministros e empresários de França e de nações de África para afirmar a vontade francesa de reforçar os laços económicos com o continente africano.

Um encontro internacional organizado sob a égide dos Ministérios franceses da Economia e dos Negócios Estrangeiros reuniu, de segunda à qurta-feira , em Paris, vários ministros e empresários de França e de nações de África para afirmar a vontade francesa de reforçar os laços económicos com o continente africano.
Intitulado “Ambição África 2018”, o evento oferecerá uma oportunidade excepcional às empresas africanas e francesas para partilhar as suas perícias e encontrar-se com os seus parceiros potenciais a fim de acelerar o seu desenvolvimento comercial em torno de conferências, ateliês temáticos, coktails de networking e encontros individuais.
Inscrito no prolongamento do discurso do Presidente francês, Emmanuel Macron, pronunciado a 27 de Novembro de 2017, em Ouagadougou, o objectivo de Ambição África 2018 é reforçar os laços económicos e comerciais entre África e França, segundo indicaram os promotores desta reunião.
Da iniciativa da Business França, a reunião, a decorrer até quarta-feira no Ministério francês da Economia, teve 10 ateliês apresentados por intervenientes de alto nível, com testemunhos de sucessos empresariais, três mil encontros BetoBe dirigidos para permitir às 250 empresas francesas esperadas encontrar-se com responsáveis de quase 350 empresas africanas.
Estas empresas africanas foram qualificadas e seleccionadas por equipas da Business France presentes em África, em 10 capitais, e que cobre 27 países.
Nos seus diferentes discursos há um ano, e em particular em Novembro último em Ouagadougou, o Presidente Macron definiu “as novas ambições para França em África, no quadro de uma relação completamente renovada e em que a dimensão económica desempenha um papel muito importante”, lembram os organizadores.