Mundo

BAD na Coreia do Sul para reunião alargada

O secretário-geral do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), Vincent Nmhielle, anunciou esta semana que a instituição vai, pela primeira vez.

O secretário-geral do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), Vincent Nmhielle, anunciou esta semana que a instituição vai, pela primeira vez, celebrar o Dia de África durante a reunião dos governadores, a ter lugar este mês, em Busan, Coreia do Sul. “Um aspecto único dos Encontros Anuais deste ano é a celebração do Dia de África, um evento diplomático que os embaixadores africanos sedeados na Coreia vão sublinhar”, disse Vincent Nmhielle, numa conferência de imprensa de lançamento dos Encontros, que começam no final da próxima semana. O Dia de África é celebrado a 25 de Maio, porque foi nesta data, em 1963, que se fundou a Organização de Unidade Africana (OUA), na Etiópia. Em 1972, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu a data como o Dia da África ou o Dia da Libertação da África. Em 2002 a OUA foi substituída pela União Africana. O tema dos Encontros, “Acelerando a Industrialização de África”, dará o mote para os governadores do banco, tradicionalmente os ministros das Finanças ou os governadores dos bancos centrais dos 80 países-membros adoptarem “resoluções sobre decisões chave” e vão também debater o papel do BAD “como facilitador da obtenção dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável e programas de financiamento”. Os Encontros Anuais, seguindo o modelo dos Encontros da Primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI), são uma das maiores reuniões económicas do continente, juntando chefes de Estado, accionistas de referência no sector público e privado, académicos e parceiros para o desenvolvimento.