Mercados

Wall Street marcado por apagões sucessivos

O índice Dow Jones abriu a sessão de quarta-feira a somar ligeiros 0,01 por cento para 24.826,79 pontos, acompanhado pelo tecnológico Nasdaq Composite a ganhar 0,24 por cento para 7.023,465 pontos.

O índice Dow Jones abriu a sessão de quarta-feira a somar ligeiros 0,01 por cento para 24.826,79 pontos, acompanhado pelo tecnológico Nasdaq Composite a ganhar 0,24 por cento para 7.023,465 pontos.
Na segunda sessão bolsista de 2018, as principais praças dos Estados Unidos continuam a valorizar, isto depois de na terça-feira os índices Nasdaq Composite e S&P 500 terem registado recordes de fecho, num dia em que as subidas do sector tecnológico impulsionaram. Durante a negociação intradiária de terça-feira, o S&P 500 também estabeleceu um novo máximo de sempre.
Segundo a agência Reuters, são os sinais que apontam para uma aceleração do crescimento económico global que estão a apoiar os ganhos em Wall Street. Em concreto, os dados sobre a produção industrial na Europa, cuja actividade acelerou.
Já na quarta-feira, os investidores americanos estiveram atentos à divulgação das actas relativas ao encontro de Dezembro da Reserva Federal dos Estados, encontro em que foi decretado o terceiro aumento dos juros de 2017.
Ainda em grande destaque neste início de sessão está a Scana que dispara 23,10 por cento para 47,85 dólares depois de a Dominition Energy ter anunciado a intenção de comprar a totalidade do capital daquela cotada. Em sentido inverso, a Dominition Energy recua 5,02 por cento para 76,25 dólares. Também em alta está a Oracle, que avança 2,53 por cento para 47,81 dólares, e a IBM, que cresce 2,12 por cento para 157,51 dólares, isto depois de ambas as cotadas terem visto as respectivas recomendações serem elevadas.