Mercados

Negociações do brent abrem terreno positivo

O preço do barril de brent, petróleo que serve de referência às exportações angolanas, está a negociar em terrenos positivos esta semana, com alta significativa, a considerar o cenário de há duas semanas.

O preço do barril de brent, petróleo que serve de referência às exportações angolanas, está a negociar em terrenos positivos esta semana, com alta significativa, a considerar o cenário de há duas semanas.
Na abertura das negociações às encomendas para Setembro de ontem, quinta-feira, os prerços estavam fixados nos 48,12 dólares. A variação positiva é de 0,62 por cento, tendo em conta que na quarta-feira as sessões encerraram com o
barril nos 47,79 dólares.
No mês de Junho as preocupações com as cotações do brent estiveram em foco, uma vez que o barril chegou a bater no fundo para baixo dos 40 dólares, cenário só visto em finais do ano passado, altura em que a Opep decira pelo corte da oferta dos membros e outrtos
parceiros fora do grupo.
Recentemente, à margem do acto inaugural da central II da barragem de Cambambe, na província do Cuanza Norte, o ministro dos petróleos, Botelho de Vasconcelos, disse que a actual tendência crescente dos preços do barril de brent é postiva.
Para o ministro, tem havido uma diplomacia permanente entre os países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e os produtores aliados, na perspectiva de se estabilizar o preço do crude num nível que possa satisfazer o mercado internacional.
Apesar disso, Botelho de Vasconcelos disse existir factores que têm contribuído para que este desejo, suportado por vários estudos económicos, aconteça de forma muito lenta. Na ocasião, augurou que esta tendência possa atingir, de forma acelerada, os níveis acima de 50 ou 60 dólares/barril.