Lazer

Artistas brasileiros criam intercâmbio

Os artistas brasileiros da cidade de São Paulo presentes na primeira troca de experiência com jovens angolanos residentes em Benguela, no âmbito do projecto Raízes, mostraram-se satisfeitos pelo fortalecimento do intercâmbio cultural entre Brasil e Angola.

Os artistas brasileiros da cidade de São Paulo presentes na primeira troca de experiência com jovens angolanos residentes em Benguela, no âmbito do projecto Raízes, mostraram-se satisfeitos pelo fortalecimento do intercâmbio cultural entre Brasil e Angola.
Ao fazer o balanço recentemente, a coordenadora da delegação brasileira, Juliana Borges, considerou positiva a participação dos artistas angolanos no programa elaborado, o que permitiu enriquecer o conhecimento cultural dos povos de ambos os países.
Reconheceu que, o ambiente permitiu o despontar de artistas que começaram a acreditar mais na sua arte.
Por essa razão, salienta que a intervenção do projecto Raízes junto dos criadores angolanos na província de Benguela ultrapassou as expectativas. “Recebemos de volta muito amor, carinho e agradecimento”, acrescentou.
Já a antropóloga brasileira, Rosa Falzoni, emocionou-se pela oportunidade de estar em Angola, particularmente em Benguela, “por toda a história de irmandade entre os dois países” e acredita que as oficinas de elaboração de projectos realizadas com salas cheias satisfazem os artistas.