Gestão

AGAA quer capacitar gestores e administradores

A Associação dos Gestores e Administradores de Angola (AGAA) pretende contribuir nos próximos tempos para a formação e capacitação permanente de técnicos e profissionais na área de gestão e administração, para permitir o desenvolvimento do país neste domínio afirmou o seu membro fundador Nazário Vilhena.

Ao falar à imprensa, na celebração do primeiro aniversário da AGAA (14 de Setembro), o responsável referiu ser pretensão que a AGAA se torne um “exército” de auxílio ao novo Executivo na formação de quadros para melhor servir o país.
Para se juntar ao esforço do novo Executivo, a AGAA predispõe-se em abrir um amplo movimento de cadastramento dos cidadãos nacionais e estrangeiros e os que tenham experiência superior a cinco anos, no domínio da gestão e administração para se filiarem a esta agremiação.
Revelou a necessidade da criação de um núcleo do saber que poderá ajudar o Executivo, através da preparação de quadros para auxiliar na cadeira de gestão e administração, gerando uma mente crítica aos académicos, permitindo a produção de conhecimentos neste domínio.
Nazário Vilhena afirmou que um profissional formado constitui uma garantia importante ao país, porque a sua actuação contínua gera bons resultados.
Acrescentou que um país como Angola, em fase de desenvolvimento, precisa de resultados concretos para permitir que as instituições afins atinjam os níveis desejados pelo novo Executivo, “o que só será possível com profissionais qualificados”, justificou.
Na ocasião, outro membro fundador e porta-voz da AGAA, Jorge Muacassanje, disse que a associação através da formação ministradas aos gestores, vai permitir que estes escrevam obras, proferiram palestras, conferências e formações permitindo que estejam em
altura dos desafios do país.