Empresas

Empregados domésticos devem ter segurança social

Os empregadores devem inscrever os trabalhadores domésticos no sistema de protecção social obrigatória, apelou quarta-feira, o director provincial do Instituto Nacional da Segurança Social (INSS), no Cunene, Boaventura Sayuka.

Os empregadores devem inscrever os trabalhadores domésticos no sistema de protecção social obrigatória, apelou quarta-feira, o director provincial do Instituto Nacional da Segurança Social (INSS), no Cunene, Boaventura Sayuka.
Ao falar à Angop sobre o sector, o responsável pediu aos empregadores a terem a cultura de inscrever os seus trabalhadores na segurança social, para que no futuro quando estiverem incapazes de continuar a trabalhar por velhice, doença e morte tenham a sua reforma garantida.
O que se verifica actualmente é preocupante, visto que desde que se criou esta lei que protege os trabalhadores domésticos, nós apenas recebemos oito pessoas que solicitaram cartões para o preenchimento e inscrição no sistema da segurança social, disse.
Boaventura Sayuka disse que para inverter este quadro está em curso, a nível da província, acções de divulgação e esclarecimento para elucidar os empregadores sobre os mecanismos legais de Protecção Social obrigatória, despertando deste modo maior adesão dos trabalhadores.
O Instituto Nacional de Segurança Social tem inscrito na província 18 mil e 623 trabalhadores assegurados e 290 organismos contribuintes, nos sectores público e privado.