Gestão

Principais gatilhos mentais do consumidor da era moderna

A psicologia é um factor essencial e determinante na maioria das estratégias de marketing. Isso porque todas as decisões, desde as mais simples às mais complexas, são tomadas primeiro no inconsciente. Esse processo, dependendo da complexidade da decisão, pode demandar bastante energia do cérebro. Para evitar a fadiga mental, adoptamos algumas directrizes, os chamados gatilhos mentais. Quando aplicados da maneira correcta, são capazes de ajudar no engajamento dos seus consumidores, motivando-os a agir. Em outras palavras, podem actuar como incentivadores em uma decisão de compra.

A psicologia é um factor essencial e determinante na maioria das estratégias de marketing. Isso porque todas as decisões, desde as mais simples às mais complexas, são tomadas primeiro no inconsciente. Esse processo, dependendo da complexidade da decisão, pode demandar bastante energia do cérebro. Para evitar a fadiga mental, adoptamos algumas directrizes, os chamados gatilhos mentais. Quando aplicados da maneira correcta, são capazes de ajudar no engajamento dos seus consumidores, motivando-os a agir. Em outras palavras, podem actuar como incentivadores em uma decisão de compra.
Listamos abaixo os principais mecanismos utilizados em marketing que poderão ser úteis ao seu negócio e como aproveitá-los da melhor maneira. Confira:
1. Segurança: Ao oferecer um produto ou serviço, é fundamental demonstrar-se confiante e seguro em relação àquilo que está a vender;
2. Escassez: As pessoas tendem a valorizar aquilo que é escasso e há uma explicação: o inconsciente costuma associar que quanto mais difícil for para adquirir um produto, mais raro e valioso ele é;
3. Urgência: Muito parecido com o da escassez, porém está relacionado ao factor temporal, pois o produto ou serviço oferecidos possuem um prazo limite para serem adquiridos. É agora ou nunca;
4. Prova social: Por pertencermos a uma sociedade, querendo ou não, o inconsciente tende a seguir a maioria. Os seres humanos sentem necessidade de pertencer a grupos que os identifiquem como indivíduos;
5. Reciprocidade: “Gentileza gera gentileza”. O ser humano tem uma tendência natural a querer retribuir algo que lhe agrega valor de alguma forma. Portanto, se praticar algum gesto que seu cliente entenda ser de coração, ele se sentirá grato e retribuirá de alguma forma;
6. Antecipação: Esse diz respeito às expectativas em relação a algo que está por vir e, portanto, é muito poderoso, uma vez que o futuro é algo incerto e o ser humano se sente confortável quando as perspectivas são positivas. Estimular a novidade, antecipando informações sobre um lançamento é mais um modo de conquistar a atenção do público;
7. Razão: Mesmo que as decisões sejam tomadas primeiramente no inconsciente, a mente tende a procurar sempre por razões que justifiquem as acções. Quando encontramos essas motivações, acreditamos estar fazendo o certo.