Gestão

Nove sinais fortes de possível demissão

Com o desemprego em alta no mundo, é natural que o medo de ser demitido(a) aumente. Em situações de crise como a que se vive, a demissão pode atingir até mesmo os melhores funcionários. Independente do cenário, o ideal é sempre ficar atenta ao seu desempenho no trabalho e à qualidade do relacionamento com chefes e colegas. Pode reduzir os riscos de ser demitido se faz um bom trabalho, tem um comportamento que condiz com o da cultura da empresa, é proactiva e tem uma atitude positiva.

Com o desemprego em alta no mundo, é natural que o medo de ser demitido(a) aumente. Em situações de crise como a que se vive, a demissão pode atingir até mesmo os melhores funcionários. Independente do cenário, o ideal é sempre ficar atenta ao seu desempenho no trabalho e à qualidade do relacionamento com chefes e colegas. Pode reduzir os riscos de ser demitido se faz um bom trabalho, tem um comportamento que condiz com o da cultura da empresa, é proactiva e tem uma atitude positiva.
Porém, há sinais que podem indicar quando a perda do emprego está próxima. Se souber identificá-los, pode tentar reverter a situação ou pelo menos se prevenir e começar a procurar outra oportunidade profissional imediatamente. Inspiradas em matéria feita pelo site Business Insider sobre este tema, listamos uma série de indicativos de que algo não vai bem com o seu emprego e deve ficar alerta. Confira:
1. Avaliações ruins - Tome cuidado se o seu desempenho não for considerado bom. Nem sempre uma avaliação ruim é sinal de demissão, pode ser uma oportunidade para que se desenvolva, se supere e dê a volta por cima. No entanto, se elas se tornarem frequentes e receber muitos feedbacks negativos, o seu emprego pode estar em perigo;
2. Exclusão - Desconfie se começar a ser excluído de reuniões importantes da sua equipa. No entanto, se for excluída com frequência de encontros relacionados directamente ao seu trabalho, pode ser um indicativo de problema;
3. Perda de recursos e acesso a dados - Se de repente passa a ter menos acesso a recursos que facilitariam o seu trabalho e aumentariam a produtividade, este pode ser um sinal de que a empresa não vê mais retorno no investimento feito no trabalhador. Outro motivo para se preocupar é se o seu acesso a dados estiver limitado;
4. Fazer todo o trabalho é impossível - Podem existir várias razões para não dar mais conta do trabalho: estar sob uma liderança despreparada, trabalhar numa empresa desorganizada ou numa equipa muito enxuta, na qual todos são sobrecarregados. No entanto, se os prazos e metas que precisa atender são claramente inatingíveis e absurdos, isso pode ser proposital, uma tentativa da companhia ou do chefe para vê-la fracassar e ter um motivo para demiti-la;
5. Piora na relação com o chefe - É normal que exista alguma tensão no ambiente de trabalho por conta de Stress, prazos apertados etc. Porém, educação e respeito são fundamentais. Não é obrigado a amar o seu chefe nem vice-versa. É necessário, no entanto, que haja confiança e cordialidade entre ambos. Atritos constantes são prejudiciais. Tome cuidado se a relação se deteriorar – a situação pode chegar a um ponto insustentável;
6. As suas responsabilidades diminuíram - Se lidera uma equipa e de repente os seus subordinados passam a responder a outros gestores, fique atento. Se projectos que estavam sob os seus cuidados são transferidos para outros funcionários sem nenhuma explicação razoável, é possível que o seu cargo esteja ameaçado;
7. Cometeu um erro que causou prejuízo à empresa - Nem todas as companhias ou gestores lidam com erros da mesma forma. Alguns são mais tolerantes, outros não. Em um mundo ideal, existiria pouca possibilidade de falhas: todos os funcionários teriam prazos adequados e realistas para executar cada tarefa com o máximo de qualidade, além do treinamento necessário para trabalhar com confiança e precisão;
8. Tem que treinar outro funcionário com urgência - Desconfie se for obrigado a treinar outro funcionário com urgência para fazer exactamente as mesmas actividades que a sua. Tal treinamento é desejável e necessário quando a equipa cresce ou há
um remanejamento de cargos;
9. Anúncio de vaga na mesma função que a sua - Está a pesquisar oportunidades de emprego e se surpreende ao encontrar a descrição de uma vaga igual à sua e na mesma empresa? A menos que haja expectativas de expansão da equipa, pode ser uma indicação de que em breve terá que dizer adeus ao seu emprego.