Gestão

Morte de bovinos por doença reduz em 53 por cento

O número de bovinos mortos por doença na província da Huíla reduziu de 2.116 cabeças em 2016 para 998 no ano transacto, devido a uma maior abrangência da vacinação.

O número de bovinos mortos por doença na província da Huíla reduziu de 2.116 cabeças em 2016 para 998 no ano transacto, devido a uma maior abrangência da vacinação.
A população de gado bovino vacinada no ano transacto na região superou a de 2016, passando de 771 mil e 455 para 796 mil e 625, um aumento de 25 mil e 170 bovinos.
Comparativamente a 2016, registou-se, em 2017, uma redução do número de mortes de gado bovino em cerca de 53 por cento.
Esses dados foram avançados recentemente, à Angop pelo director provincial da Agricultura e Florestas da Huíla, Lutero Campos, no quadro da prevenção e combate às enfermidades que dizimam os rebanhos.
O gestor informou que os animais foram vacinados contra as diversas enfermidades, entre as quais, dermatite nodular, carbúnculo hemático e sintomático e peripneumonia contagiosa.
Lutero Campos disse que durante o período em análise foram imunizados 85,1 por cento dos 900 mil animais previstos, pertencentes a 85.505 criadores espalhados pelos 14 municípios da província da Huíla.
Precisou que o município do Lubango vacinou 49 mil e 597, Humpata 24 mil e 749, Chibia 84 mil e 144, Gambos 65 mil e 6, Matala 77 mil e 584, Quipungo 142 mil e 381, Jamba dois mil e 916, Cuvango mil e 591, Chicomba 35 mil e 207, Chipindo 14 mil e 86, Quilengues 48 mil e 133, Cacula 102 mil e731, Caluquembe 111 mil e 896 e Caconda 36 mil e 604.
Informou que o ano de vacina ção foi aberto há 15 dias e estão envolvidos mais de 100 vacinadores distribuídos em 74 brigadas.
Huíla é detentora de um efectivo ganadeiro estimado em um milhão, 243 mil e 73 bovinos, um milhão, 127 mil e 100 caprinos, 316 mil e 100 suínos, dois mil e 132 equinos e 261 mil e 700 ovinos.
Dados da Direcção provincial da Agricultura e Florestas indicam que até 2017 havia 1.243.000 cabeças de gado bovino na Huíla, onde 96 por cento pertence aos criadores tradicionais e quatro por cento ao sector empresarial.
O sector pecuário da província da Huíla é preenchido tambem por mais 1.127.100 cabeças de gado caprino, 316.100 suínos, 261.700 ouvinos e 472.800 aves, 2.132 equinos e 4.441 asininos.