Gestão

Indicadores de desempenho nas organizações

Os indicadores de desempenho, também chamados de KPI (Key Performance Indicator) são métricas que quantificam a performance de processos da empresa de acordo com os seus objectivos organizacionais.

Os indicadores de desempenho, também chamados de KPI (Key Performance Indicator) são métricas que quantificam a performance de processos da empresa de acordo com os seus objectivos organizacionais.
No âmbito corporativo, a mensuração do desempenho encontra aplicação na detecção da capacidade da empresa em gerir as variáveis críticas e em proporcionar uma visão das condições projectadas
para o futuro.
No actual contexto competitivo, a definição de um sistema de medidas que visam administrar e melhorar os resultados das empresas é uma questão extremamente importante. Ou seja, medir o desempenho significa comparar os resultados obtidos com os planeados.
Para isso, é preciso contar com um sistema automatizado que permite aos colaboradores captar, informar e compartilhar as informações de forma ágil e transparente.
Esses dados devem ser disponibilizados em painéis de controlo, permite que os gestores acompanhem os resultados em tempo real e tomem decisões com mais segurança, sempre que for necessário
fazer ajustes na operação.

Indicadores internos
Existem quatro grandes indicadores de desempenho nas diferentes áreas da empresa, entre os quais:
1- Indicador de lucratividade - Não basta olhar apenas para o facturamento de uma empresa para fazer o seu controlo financeiro e saber se ela está ou não em uma boa situação. Isso porque, se não soubermos quais são os custos que incidem, não podemos saber se a empresa está a ser lucrativa ou deficitária;
2- Indicador de produtividade - serve para medir a quantidade de recursos que uma empresa emprega para produzir um determinado produto ou serviço. Ele tem o objectivo de avaliar o rendimento e a eficiência dos processos: é a relação entre produção e os recursos utilizados para isso.
Com relação ao factor recurso, várias são as opções. Pode ser feito em relação aos recursos financeiros, temporais, espaciais, mão-de-obra empregada, entre outros;
3 – Indicador de turnover - A saída e entrada de funcionários numa empresa é normal dentro de um certo patamar. Medir o grau de rotatividade dos colaboradores ajuda a entender as questões internas da empresa, o clima organizacional e a capacidade da empresa reter talentos;
4- Indicador de conversão de leads em clientes - Há vários tipos de conversão, mas com a importância cada vez maior do marketing de conteúdo nas empresas, vamos usar a taxa de conversão de leads de um site ou blog. Saber a cada quantos visitantes de um site um deles se torna cliente, pode ajudar na avaliação das estratégias de marketing.