Gestão

Elon Musk quer privatizar a Tesla

Elon Musk escreveu num tweet que está a pensar retirar a Tesla de bolsa, a 420 dólares por acção. O mercado está a reagir em alta, com as acções a dispararem 7,02 por cento para 366 dólares.

Elon Musk escreveu num tweet que está a pensar retirar a Tesla de bolsa, a 420 dólares por acção. O mercado está a reagir em alta, com as acções a dispararem 7,02 por cento para 366 dólares.
A esse preço, a empresa vale 71,6 mil milhões de dólares. Segundo os dados da Bloomberg, Musk tem uma posição de 19,78 por cento na Tesla, o que significa que terá de desembolsar 57,5 mil milhões de dólares para comprar a restante parte.
Musk, que nos últimos tempos tem tido atitudes e declarações controversas, disse que tem financiamento garantido para a operação.
O presidente executivo da Tesla publicou este tweet minutos depois de ter sido anunciado que o Fundo Soberano da Arábia Saudita tinha uma posição no valor de dois mil milhões de dólares na empresa, o que equivale a perto de 5 por cento.
A Tesla é uma empresa automotiva e de armazenamento de energia norte-americana, que desenvolve, produz e vende automóveis eléctricos de alto desempenho, componentes para motores e transmissões para veículos eléctricos e produtos à base de baterias. Foi fundada em 2003 pelos engenheiros Martin Eberhard e Marc Tarpenning em San Carlos, Califórnia. O seu nome é uma homenagem ao inventor e engenheiro electricista Nikola Tesla.
Como uma empresa privada de capital aberto, negocia na Bolsa de Valores Nasdaq sob o símbolo Tsla. No I trimestre de 2013, a Tesla Motors registrou lucro pela primeira vez na sua história. Em 2016, a marca estreou no ranking das 10 marcas automotivas mais valiosas do mundo, com um valor de marca estimado em 4,436 bilhões de dólares.