Gestão

Criatividade e espírito empreendedor dão visibilidade às organizações modernas

Os velhos modelos focados no capital financeiro e tecnológico que comprovadamente mostraram não ser suficientemente eficazes, devem dar lugar a outros centrados no capital humano.

Os velhos modelos focados no capital financeiro e tecnológico que comprovadamente mostraram não ser suficientemente eficazes, devem dar lugar a outros centrados no capital humano.
É urgente valorizar as competências, habilidades e atitudes do activo homem enquanto maior e mais valioso recurso das organizações modernas. Partindo desse pressuposto, é correcto esperar que as gerências das organizações adoptem práticas motivacionais que estimulem a entrega, empenho e satisfação dos empregados dentro e fora das organizações.
Os velhos métodos de avaliação centrados em processos e no volume de horas trabalhadas deve dar lugar a modelos focados nos resultados e que não inviabilizem a criatividade e iniciativa inovadora de parte dos colaboradores em todos os níveis organizacionais.
É importante considerar a necessidade dos níveis estratégico e táctico das organizações, estarem alinhados com o nível operacional por forma a criar uma cadeia funcional a tempo inteiro.
Uma das premissas básicas para que os empregados se apliquem e produzam resultados satisfatórios, é a sua
própria satisfação.
Assim, importante se torna que o empregado se sinta parte integrante e valiosa dentro da organização. Deve ser considerado no processo de tomada de decisões, pois destas dependerá também e grandemente o seu futuro. Boas práticas geram bons resultados e estes por sua vez fazem empresas fortes e sólidas.
Outro aspecto também importante e muitas vezes descurado nas organizações, tem a ver com aquilo a que se chama “Pacote de recompensas”. É preciso acabar com a ideia de que o bom salário encerra e atende todas as necessidades do trabalhador.
Na verdade, ele atende às de natureza material e somente estas.
A velha máxima “Nem só de pão vive o homem” deve ser com frequência tida em consideração. Reconhecimento verbal ou escrito do desempenho e performance do empregado é um gesto motivador e responsável pelo alcance de metas em muitas organizações em todo mundo.