Gestão

Comunicação interna testa sistemas de gestão

A comunicação organizacional é todo fluxo de informação que ocorre no contexto de uma organização, seja esta pública ou privada. Fazem parte deste processo o conhecimento e o estudo dos grupos de interesse de uma instituição (públicos), o planeamento de práticas de comunicação nos âmbitos interno e externo, aí compreendidos a escolha e os usos de médias empregadas, a sua implementação e contínua avaliação.

A comunicação organizacional é todo fluxo de informação que ocorre no contexto de uma organização, seja esta pública ou privada. Fazem parte deste processo o conhecimento e o estudo dos grupos de interesse de uma instituição (públicos), o planeamento de práticas de comunicação nos âmbitos interno e externo, aí compreendidos a escolha e os usos de médias empregadas, a sua implementação e contínua avaliação.
Actualmente, os estudos sobre a comunicação organizacional se ampliam e tendem a levar cada vez mais em conta aspectos político-económicos das instituições, a sua inserção em contextos micro e macro-sociais, a existência de novas tecnologias de comunicação e as novas configurações das relações com os públicos.
Diversas disciplinas contribuem para tais estudos, como a antropologia (cultura organizacional), a sociologia (revisão dos conceitos de público, estudos das redes sociais e teorias das ações coletivas), a filosofia (ética, estudo dos conceitos e das lógicas dos discursos e práticas institucionais) e a administração (estudos das organizações, gestão estratégica).
Segundo a filosofia de Kunsch, a comunicação organizacional é formada por alguns tipos de comunicação que incorpora uma organização, os quais são: comunicação administrativa, interna, institucional e mercadológica.

Comunicação Institucional

Tem como objectivo criar uma boa imagem da empresa diante dos investidores, clientes, o mercado e a sociedade, utilizando ferramentas de estratégia das relações públicas para a criação de uma imagem e indentidade firme na organização.

Comunicação mercadológica

Tem como propósito melhorar a imagem dos produtos ou serviços da empresa. As principais ferramentas utilizadas nesse processo são o marketing e venda: vendas directas e indirectas, publicidade, promoções de venda, entre outras práticas.

Comunicação administrativa

Esse tipo de comunicação tem como finalidade repassar os dados obtidos na esfera administrativa para os demais sectores, os quais precisam de tais dados para desenvolvimento e análise do processo. Kunsch interpreta a comunicação Administrativa da seguinte forma:
“Administrar uma organização consiste em planear, coordenar, dirigir e controlar os seus recursos de maneira que se obtenham alta produtividade, baixo custo e maior lucro ou resultados, por meio da aplicação de um conjunto de métodos e técnicas. Isso pressupõe um contínuo processo de comunicação para alcançar tais objectivos. E o que organiza o fluxo de informações, que permitirão à organização sobreviver, progredir e manter-se dentro da concepção de sistema aberto deve ser a comunicação permanente.”

Comunicação interna

Trata-se de um planeamento, que visa possibilitar a relação de tarefas entre colaboradores e a organização. É empregado para esse tipo de processo o “endomarketing”. Além disso, busca por fim optimizar essa comunicação interna da organização afim de facilitar
o avanço da empresa. A comunicação extra-organizacional é a comunicação que acontece entre duas ou mais organizações.

Vantagens e desvantagens

As vantagens de uma comunicação formal dentro da comunicação organizacional é que ela é estabelecida através de um diálogo dentro da empresa com o seu público interno e externo. Além disso, os processos da empresa são pré-definidos e padronizados, gerando confiança aos discursos gerenciais e manipulando o comportamento dos colaboradores.
As desvantagens estão ligadas à burocratização e o excesso de formalidade da informação dentro do departamento da organização, do pouco trabalho e da interação entre as equipas. Diante disso tudo é possível identificar falhas na comunicação através das dificuldades em transmitir as mensagens para os diferentes níveis de funcionário, o que acaba gerando conflito.