Gestão

Cinco melhores práticas de operação logística

A logística tem evoluído cada vez mais, tornando-se peça fundamental na estratégia de negócios. Com isso, o foco deixa de ser completamente voltado para as rotinas operacionais e passa a ser direccionado também para a optimização dos processos e aprimoramento dos resultados. A seguir, citaremos algumas das melhores práticas que podem, e devem, ser adoptadaspara a melhoria do sector:

A logística tem evoluído cada vez mais, tornando-se peça fundamental na estratégia de negócios. Com isso, o foco deixa de ser completamente voltado para as rotinas operacionais e passa a ser direccionado também para a optimização dos processos e aprimoramento dos resultados. A seguir, citaremos algumas das melhores práticas que podem, e devem, ser adoptadas para a melhoria do sector:

1 - Monitoramento de transportes:O monitoramento de transportes é uma rotina que beneficia a empresa de diversas formas. Entre elas, podemos destacar: acompanhamento do cumprimento das rotas que foram planeadas; conhecimento do status do transporte em tempo real, identificando ocorrências e elaborando acções mais acertadas, de forma mais ágil; possibilidade de oferecer o controlo do status do pedido para os clientes, ou mesmo trabalhar com a notificação proactiva — nesse caso, o consumidor é avisado antes que entre
em contacto com a central.
Essa actividade permite acompanhar melhor o processo e identificar as falhas no momento em que elas ocorrem, facilitando o levantamento das causas e a criação de soluções mais eficazes;

2- Melhores práticas na gestão de Stock: O Stock é uma área importante para a empresa e é a principal responsável por controlar as quantidades de item. A sua gestão evita faltas e excessos e equilibra o atendimento da demanda com o stock mínimo.Entre algumas práticas essenciais para uma gestão de stock eficaz, podemos citar: cadastro padronizado, acompanhamento do giro dos produtos, previsão de demanda, inventários cíclicos e integração com a área de Compras e Comercial, que vão ajudar a compor um stock mais condizente com a realidade;

3- Acompanhamento de indicadores de desempenho: Os indicadores de desempenho são um excelente recurso que qualquer gestor pode utilizar para avaliar sua operação logística. A ideia é utilizar essa ferramenta para analisar os resultados dos processos, compará-los aos objectivos e avaliar se os esforços empregados foram suficientes. Eles também são um excelente meio de identificar falhas processuais. Para monitorar as operações, pode-se calcular: nível de serviço de entregas, frete, índice de avarias e extravios, índice de atendimento de pedidos
e custos totais, por exemplo;

4- Investimento em tecnologia: Existem diversas soluções disponíveis no mercado, voltadas para optimizar os mais diversos processos em uma empresa. O ideal é contar com soluções que ajudem a automatizar as rotinas, mas que ao mesmo tempo ofereçam a possibilidade de integrar as actividades e sectores, mantendo
a comunicação fluida e precisa;

5. Aluguer de galpão como estratégia de operação logística: O aluguel de galpões é uma excelente estratégia para promover a redução de custos e aprimorar as operações logísticas. Essa opção ajuda a situar o Centro de Distribuição em localidades mais estratégicas, é altamente escalável e ainda gera custos menores do que manter uma estrutura própria.Para adoptar as melhores práticas de logística, uma dica é avaliar a atuação de outras empresas do ramo, quais são seus principais acertos e motivos de reclamação dos clientes.