Gestão

CFL condiciona frequências

O aumento de frequências de comboios do Caminho-de-Ferro de Luanda (CFL) para as províncias do Cuanza Norte e Malanje está condicionado ao desenvolvimento do potencial económico e social local,

O aumento de frequências de comboios do Caminho-de-Ferro de Luanda (CFL) para as províncias do Cuanza Norte e Malanje está condicionado ao desenvolvimento do potencial económico e social local, informou o presidente do Conselho de Administração da Empresa, Júlio Bango Joaquim. Em declarações à imprensa, no Dondo, Cuanza Norte, Júlio Joaquim indicou que os níveis actuais de desenvolvimento dessas regiões desaconselham o aumento da frequência para esses dois destinos.Informou que as duas províncias beneficiam actualmente de uma frequência semanal cada e que satisfaz à demanda populacional e comercial, mantendo a empresa grande parte dos seus movimentos à cidade de Luanda, com várias carreiras diárias.
Esclareceu que uma vez registado o crescimento de produção o CFL dispõe de condições para viabilizar o seu escoamento.