Gestão

Benefícios do coaching para as organizações

A técnica é uma das mais rentáveis para as empresas modernas porque garantem o retorno imediato do investimento feito e acrescenta valor à vida pessoal do colaborador e do grupo

Para se manterem competitivas, as empresas estão cada vez mais a investir na capacitação dos seus funcionários e a tratá-los de forma mais humana, respeitando as suas limitações e a oferecer formas de desenvolvimento dos seus talentos e os pontos fracos.
Uma das formas eficazes e mais utilizadas para se fazer isso é com o chamado Coaching. De acordo com pesquisas, a técnica é uma das mais rentáveis para as empresas, garantindo em alguns casos um retorno do investimento, e 68 por cento das organizações dizem já utilizar esse tipo de método com os seus colaboradores.
Investir em coaching, mais do que acrescentar à vida pessoal do funcionário, garante que a sua empresa ganhe em diversos aspectos, inclusive financeiros. E se ainda não está convencido do poder dessa técnica, vamos mostrar alguns benefícios que ela pode trazer tanto ao colaborador quanto a organização. Mas antes, é preciso definir: o coaching é uma técnica adaptada do mundo dos desportos que consiste em utilizar um conjunto de ferramentas e métodos científicamente testados para aumentar a produtividade e o desempenho humano tanto na vida pessoal quanto profissional.
O coaching muitas vezes é confundido com um método de auto-ajuda, ou uma terapia, mas na verdade não é isso. A partir de metas e processos bem definidos, ele visa desenvolver habilidades e potencialidades para garantir resultados satisfatórios em termos de produtividade, relações interpessoais e muitos outros pontos.

Benefícios
Para uma empresa, o coaching pode ser fundamental para a retenção de talentos. A rotatividade de funcionários numa empresa, apesar de parecer uma boa coisa, pode trazer inúmeros prejuízos como perda de produtividade, de conhecimento e informações estratégicas, e ainda gastos excessivos com processo selectivo e treinamento para os novos funcionários.
Para evitar estes problemas, o coaching pode ser uma excelente estratégia, uma vez que é comprovado que funcionários que têm esse privilégio, mais vontade de crescer nas empresas, de colaborar positivamente e se tornam mais fiéis à organização.


Aumento da produtividade
Nesta perspectiva, os funcionários que passam pelo processo de coaching se tornam mais confiantes, têm mais vontade de fazer a diferença no seu ambiente de trabalho, e, portanto, têm um aumento de empenho e produtividade. E essa vontade por parte do funcionário pode ser decisiva para o crescimento da empresa e fazer toda a diferença nos resultados.


Funcionários focados
Nesse ponto, o coaching mais uma vez é extremamente importante, pois trabalha justamente com metas e incentiva os colaboradores a atingí-las e a buscar sempre os melhores resultados profissional e pessoalmente. É mais crescimento para funcionários, que ganham autoconfiança, pois, o processo de coaching é pensado para que se desenvolva habilidades e o potencial existente. Dessa forma, o trabalhador começa a se sentir cada vez mais confiante em si mesmo e capaz de guiar sua própria vida, as suas acções, e de tomar decisões importantes.

Criatividade e acção
Estando o trabalhador mais confiante em si mesmo e na sua capacidade, a pessoa que recebe o coaching, gradativamente também vai se tornando mais ousada e passa a buscar soluções que fujam do comum, do que é esperado dela. Não há mais o temor de estar a fazer algo errado ou que não deveria, e então coisas incríveis acontecem.