Finanças

vencimentos actualizados

O vencimento-base do técnico superior de 2.ª classe e do técnico especialista principal é de 166.874,09 kwanzas, do técnico especialista de 1.ª classe 150.981,32, o de 2.ª classe 139.061,74 kwanzas, enquanto o do técnico médio principal de 1.ª classe é de 89.907,67 kwanzas.

O Decreto Presidencial 97/17, igualmente de 8 de Junho, aprova o reajustamento dos vencimentos-base dos funcionários públicos titulares de cargos de direcção e chefia do Regime Geral.
Assim, o vencimento-base do director nacional, secretário-geral, director do gabinete do membro do Governo e o inspector-geral é de 340.422,87 kwanzas e as despesas de representação são de 68.084,57, perfazendo uma remuneração total de 408.507,44.
Na administração local, o vencimento-base do delegado e director provincial, inspector provincial e administrador municipal é de 304.588,88 kwanzas e as despesas de representação de 60.917,78, o que totaliza uma remuneração de 365.506,66.
O administrador municipal-adjunto passa a receber 250.837,90 kwanzas, despesas de representação de 50.167,58, totalizando um vencimento líquido de 301.005,48.
O administrador comunal aufere um vencimento-base de 215.003,92 kwanzas, despesas de representação de 43.000,78, recebendo no total 258.004,70.
Já o administrador comunal-adjunto tem como vencimento-base de 179.169,93 kwanzas, despesas de representação de 35.833,99, totalizando 215.003,92.