Finanças

Uso de cartão BFA custa até Kz 16.500 ao ano

Banco fez publicar uma nova tabela de comissões e despesas para serviços que começa a vigorar a 24 deste mês e que inclui operações locais com multicaixa

O Banco de Fomento Angola (BFA) anunciou que a partir do dia 24 deste mês entra em vigor uma nova tabela de comissões e despesas para serviços disponibilizados aos clientes.
Ao que apurou o JE junto da página de internet do banco, o novo preçário da “Tabela de Comissões e Despesas” no que diz respeito à utilização de cartões vai cobrar 11 mil kwanzas como anuidade para o BFA Mwangolé Classic. O BFA Mwangolé Gold vai pagar 16.500 kwanzas/ano.
Para a emissão do cartão, o cliente passará a pagar 4.500 kwanzas. A substituição do cartão, por causas imputáveis ao cliente, custará kz 7.000, enquanto que o cancelamento/inibição do cartão e o atraso de pagamento vão custar 4.500, cada. Em caso de excesso de limite de utilização, o cliente BFA vai pagar kz 3.500, conforme divulga o banco na sua comunicação aos clientes.


Multicaixas
Para os cartões multicaixas, o BFA diz que o primeiro ano de emissão será isento de pagamento de qualquer anuidade, mas a partir dos anos seguintes, os titulates destes cartões passam a pagar um valor de kz 1.500. Para o cancelamento ou inibição do mesmo, a taxa é de 150 kwanzas. Já para os titulares de cartões de crédito, as operações no estrangeiro, seja de débito, crédito ou compras, passam a estar sujeitos ao pagamento de uma taxa de 3 por cento, quer para o cartão Kandandu, quer para o Mwangolé.