Finanças

Preços grossistas pressionam balança

O índice de preço grossista (IPG) registou uma variação mensal, no período de Março a Abril, de 1,32 por cento, cerca de 0,02 pontos percentuais inferior a registada no período anterior.

A variação homóloga do mês de Abril de 2016 a Abril de 2017 é de 29,24 por cento, registando um aumento de 14,04 pontos percentuais. Em termos de tendência, a taxa de inflação homóloga experimenta aceleração, facto este, que teve o seu início a partir do mês de Janeiro de 2015.

Variação dos produtos

Durante o mês de Abril, os preços dos produtos nacionais aumentaram em 1,27 por cento, comparados com os preços do mês de Março, sendo a secção indústria transformadora, a que maior aumento de preços registou com 1,41.
Os produtos que tiveram maior variação de preços neste grupo foram verniz (madeira) com 4,35 por cento, óleo de motor com 4,16; acetileno com 3,89; aguardente com 3,78; oxigénio com 3,54; cigarros com 3,34; colheres de mesa com 3,03; cadernos escolares com 2,89; portas de madeira com 2,78; chapas de zinco com 2,64 e gasosa com 2,56.
No mesmo período, os preços dos produtos importados tiveram um aumento de 1,33 por cento, influenciado, basicamente, pela variação de preços verificada na secção agricultura, produção animal, caça e silvicultura com 1,49 por cento.
Os produtos que mais aumentaram os preços foram a cebola com 4,92 por cento, cenoura com 2,96; abóbora com 2,71; feijão verde com 2,66; pera com 2,34; maçã com 2,17; limão com 1,89; feijão castanho com 1,81; ginguba com 1,74; alho com 1,45; milho em grão com 1,15; batata rena e laranja com 1,13 cada, grão-de-bico com 0,41 e uva fresca com 0,32.
A inflação global do mês de Abril, de acordo com o INE, foi de 1,32 por cento, sendo a contribuição dos produtos importados a que maior participação teve com 1,05 pontos percentuais ou seja 80 por cento, enquanto que a contribuição dos produtos nacionais foi de 0,27 pontos percentuais o que corresponde a 20 por cento do valor da inflação global.
A inflação dos produtos nacionais em Abril foi de 1,27 por cento. A secção indústria transformadora com 0,89 pontos percentuais, foi a que mais contribuiu neste aumento.