Finanças

Frescos estão mais “congelados”

O preço do peixe fresco nos supermercados, embora muitos chamam-no de “congelado” pela presença de um forte sistema de refrigeração e conservação, é ainda de certo modo alto.

O preço do peixe fresco nos supermercados, embora muitos chamam-no de “congelado” pela presença de um forte sistema de refrigeração e conservação, é ainda de certo modo alto.
Os resultados da lota da Boa vista, o novo ponto de descarga do pescado de Luanda, que substituiu a emblemática Praia da Mabunda, é visto com desconfiança. Ainda chegam um ou outro barco de pesca à linha e nas calmas despeja uns pescados aos clientes, que ao que se notou já são tradicionais. Mas o preço do quilograma medido “a olho nú” ronda os 1.000 e 1.500 kwanzas.
Nos supermercados, o custo do quilograma está em média a oscilar entre os 2.400 e 2.500 kwanzas (dar uma vista no quadro ao lado), mas, mais do que isso, o peixe é refinado e logo parece ser importado. Têm os supermercados muito peixe nacional com proveniências de Ambriz (Bengo), Cabo Ledo (Luanda) e Porto Amboím (Cuanza Sul).
O mar é vasto e os processos de legalização de embarcações para as operações pesqueiras menos burocráticos. Logo, o custo do peixe tem de ser competitivo. Aliás, temos uma fauna marinha bastante rica e diversificada.