Finanças

Dívida pública titulada nos Kz 315,9 mil milhões

O relatório da Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) de Janeiro a Junho mostra uma subida de 10,6 por cento na comparação entre os meses de Junho e Maio

A Dívida Pública do Estado, transaccionada no mercado secundário de títulos, durante os seis primeiros meses deste ano, foi estimada em 315,9 mil milhões de kwanzas.
De acordo com dados da Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA), que gere o mercado secundário, o valor das negociações entre Maio e Junho registou aumento de 10,6 por cento, representando um valor acumulado de 33,5 mil milhões de kwanzas, com o registo de mais de 1.200 negócios.
Recentemente, durante o Congresso dos Empresários de Luanda, que abordou sobre a Produção em Angola, o administrador executivo da Bodiva, Ottoniel Santos, disse que, até Maio, foi registado um aumento de 76,14 por cento, o que representava um valor acumulado de Kz 282,34 mil milhões.
O Banco de Fomento Angola (BFA) foi, no período, a instituição financeira que mais negócios intermediou com cerca de 1.000, segundo se pode ver nos dados publicados na página de internet da Bodiva. Em Maio, era o Standard Bank a instituição que ocupava o segundo lugar nas negociações, mas em Junho foi superado pelo BAI.

Transparência
A Bodiva acredita que com a publicação dos resultados mensais, bem como a realização das transacções no Mercado de Bolsa de Títulos do Tesouro (MBTT) e ao permitir a interacção entre todos os participantes do mercado, além de dar a conhecer os termos dos negócios efectuados (preço e quantidade), concorre-se para o aumento da transparência e da confiança dos investidores.
A Bodiva é uma entidade gestora cujas responsabilidades passam por assegurar a transparência, eficiência e segurança das transacções nos mercados regulamentados de valores mobiliários, com o objectivo de estimular a participação de pequenos investidores e a concorrência entre todos os operadores.