Empresas

Produto Ecológico apresentado no Rwanda

Angola está a mostrar, no primeiro Fórum Africano sobre Crescimento Verde (África Green Growth Fórum), que decorre desde o passado dia 26, em Kigali, Rwanda, a experiência sobre o reaproveitamento de óleo usado em frituras para o fabrico de sabão. Neste evento, que encerra no dia 30, estão presentes vários países africanos, num total de 30, e o stand de Angola tem atraído as atenções dos expositores e visitantes, tendo o Ministério do Ambiente do Rwanda acolhido a experiência do fabrico de sabão para ser implementado no seu país.

Angola está a mostrar, no primeiro Fórum Africano sobre Crescimento Verde (África Green Growth Fórum), que decorre desde o passado dia 26, em Kigali, Rwanda, a experiência sobre o reaproveitamento de óleo usado em frituras para o fabrico de sabão. Neste evento, que encerra no dia 30, estão presentes vários países africanos, num total de 30, e o stand de Angola tem atraído as atenções dos expositores e visitantes, tendo o Ministério do Ambiente do Rwanda acolhido a experiência do fabrico de sabão para ser implementado no seu país.
O secretário de Estado do Ambiente, Joaquim Manuel, chefia a delegação angolana neste evento, onde, além da discussão de vários temas, os expositores, entre empresas com iniciativas ligadas à reciclagem, reutilização e valorização dos resíduos buscam oportunidades para negócios e partilhas de experiências.
A delegação angolana está a fazer contactos com as iniciativas relevantes para troca de experiência a curto prazo, como é o caso da elaboração de carvão vegetal com restos de madeira, blocos energéticos feitos com resíduos sólidos mistos para cozinhar alimentos. Promover iniciativas africanas do negócio verde nas comunidades locais para a expansão de empregos nas zonas rurais é o principal objectivo deste fórum, que é prestigiado por dez ministros africanos do sector do Ambiente.
Um dos produtos que Angola está a ser apresentar no evento é o EcoDetergente, como exemplo de tratamento e valorização do lixo, um projecto apoiado pelo Ministério do Ambiente dentro das suas acções no que concerne à saúde pública. O JE apurou que o EcoDetergente é produzido a partir do lixo de óleos de cozinha usados recolhidos em vários pontos de Angola, como restaurantes, hotéis e residências. O projecto tem gerado novas oportunidades de emprego e criação de riqueza.