Empresas

Ovos nacionais na festa de Natal

O Ministério da Agricultura e Florestas garantiu, recentemente, em Luanda, estarem disponíveis 80 por cento da produção nacional de ovos para quadra festiva, enquanto o restante será importado.

O Ministério da Agricultura e Florestas garantiu, recentemente, em Luanda, estarem disponíveis 80 por cento da produção nacional de ovos para quadra festiva, enquanto o restante será importado.
Segundo o secretário de Estado para Agricultura e Pecuária, Carlos Alberto Pinto, a quadra festiva estará assegurada com a produção nacional de ovos e uma reduzida importação que será estruturada pelos Ministérios da Agricultura e Florestas e do Comércio, para equilibrar as necessidades de consumo nacional de ovos.
Carlos Alberto Pinto, que falava numa reunião com a delegação empresarial sul-coreana disse que o problema da produção de ovo está ligado ao cultivo do milho e soja que tem sido baixo, devido ao problema cíclico das chuvas e como consequência afecta a produção de ovos.

Parceria estratégica

Por sua vez, o presidente da empresa sul-coreana “BKB”, Chung Si-Woo, falou sobre a criação de um projecto de construção de uma central eléctrica, em Angola, uma unidade fabril de fertilizantes, avaliada em 1,5 biliões de dólares norte-americano, ambos com financiamento sul Coreano.
Disse existir uma vasta gama de projectos sul coreanos em fase de elaboração no sector agrícola e não só.
A delegação empresarial sul coreana está em Angola com objectivo de fazer uma prospecção de oportunidades de negócio no mercado angolano e obter melhores conhecimentos das prioridades de investimento no país.
A empresa sul coreana BKB está ligada à engenharia, projectos de energia biotecnologia, exploração e distribuição de gás, refinaria petrolífera, agro-negócios e construção, engenharia civil e minas.
De acordo com dados da Associação Nacional de Avicultores de Angola (ANAVI), publicados em Junho último, a produção diária ronda os 733 mil e 656 ovos.