Empresas

Inavic pode sair da lista negra

O Instituto Nacional da Aviação Civil, INAVIC, está a trabalhar no sentido de, nos próximos dias, pôr fim aos dez anos de proibição de operar no espaço aéreo da União Europeia, disse em Luanda, o seu director-geral, Rui Carreira.

O Instituto Nacional da Aviação Civil, INAVIC, está a trabalhar no sentido de, nos próximos dias, pôr fim aos dez anos de proibição de operar no espaço aéreo da União Europeia, disse em Luanda, o seu director-geral, Rui Carreira. Em declarações à imprensa, Rui Carreira esclareceu que a notícia sobre a proibição, feita pela Agência Europeia para a Segurança da Aviação,de 13 companhias aéreas angolanas de voar para o espaço da União Europeia, é apenas uma actualização semestral da sua lista de segurança (lista negra). “Na verdade quem consta da safety list e está interdito de operar naquele espaço e o Inavic, devido a algumas irregularidades ligadas à segurança aérea, detectadas, há cerca de dez anos, no decorrer de uma auditoria da Icao. Como consequência as companhias nacionais foram penalizadas”, explicou. Do anexo A da Agência da UE constam a Sonair, Mavewa, Helimalongo, Heliang e Gira Globo, entre outras.