Empresas

Huambo quer travar venda em quintais

A comercialização de roupas usadas e novas em quintais está a ganhar espaço, nos últimos tempos, em vários municípios da província do Huambo.

A comercialização de roupas usadas e novas em quintais está a ganhar espaço, nos últimos tempos, em vários municípios da província do Huambo. Esta prática está a preocupar sobremaneira as autoridades locais, pois além constituir uma transgressão administrativa, converte-se numa actividade ilegal de sonegação fiscal. Em declarações ao JE, o chefe da secção da repartição municipal da fiscalização, Rodney da Silva Júnior, disse que essa actividade é ilegal porque muitos desses comerciantes não pagam imposto ao Estado. O responsável assegurou que há nos mercados formais espaço suficiente para albergar as pessoas que comercializam diversos produtos em quintais. Por isso, enfatiza que, numa primeira fase, a fiscalização vai fazer um trabalho de sensibilização para que os vendedores ocupem lugares nos mercados. Se a orientação não for acatada, segundo afrima, vai passar-se à acção coerciva, de modo a se pôr fim às vendas de produtos em quintais, ou em outras áreas não permitidas.