Empresas

Conferência reúne homens de negócio

Uma conferência de promoção de investimentos em África terá lugar, de 7 a 9 de Dezembro de 2017, em Sharm El-Sheikh (Egipto), com a participação de chefes de Estado e de Governo africanos, altas figuras de negócios locais, do continente e do mundo.

Uma conferência de promoção de investimentos em África terá lugar, de 7 a 9 de Dezembro de 2017, em Sharm El-Sheikh (Egipto), com a participação de chefes de Estado e de Governo africanos, altas figuras de negócios locais, do continente e do mundo.
De acordo com uma nota de imprensa da embaixada do Egipto em Luanda, dirigida à Angop, o evento, designado conferência “África 2017”, decorrerá sob os auspícios do presidente egípcio, Abdel Fattah El-Sisi.
O documento acrescenta que o encontro “Negócio para África, Egipto e o Mundo” é uma plataforma ímpar que juntará fazedores de políticas, entidades financeiras, investidores de África e do mundo, com vista a promover investimentos em áreas estratégicas e o crescimento
inclusivo no continente.
O “Africa 2017”, diz a nota, segue-se à edição inaugural de 2016 que registou a presença de seis chefes de Estado africanos, mais de 1.400 delegados, e acima de 300 encontros bilaterais, à margem do evento, organizado pelo Ministério egípcio do Investimento
e Cooperação Internacional.
Do ponto de vista dos seus organizadores, a conferência poderá contribuir para a promoção de investimentos entre o mundo e África, através daquele país do norte do continente.
A fonte que cita a ministra egípcia do Investimento e Cooperação Internacional, acrescenta que a conferência “África 2017” propõe-se ser uma oportunidade para os participantes familiarizarem-se com os desafios do empreendedorismo, investimentos, abertura de novos mercados, aprimoramento de técnicas de liderança
e estabelecimento de parcerias.
A conferência “África 2017” comportará painéis para abordar temas como zonas económicas privadas, cidades e desenvolvimento urbano, energias renováveis, produção e distribuição de energia e investimento de longo prazo.
Outros tópicos incluem reformas do ambiente de negócio, comércio transfronteiriço em África, oportunidades de investimentos no continente e relatos de sucesso de mulheres
africanas do mundo dos negócios.