Empresas

Captar investimentos envolve dois parceiros

AAgência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX) e a Câmara de Comércio e Indústria Angola – África do Sul (CACIAAS) assinaram um convénio de cooperação.

AAgência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX) e a Câmara de Comércio e Indústria Angola – África do Sul (CACIAAS) assinaram um convénio de cooperação.
O convénio foi assinado em Luanda e visa dinamizar o processo de captação de Investimento e promoção de negócios em ambos os países, envolvendo investidores angolanos e sul-africanos, no quadro da diversificação da economia, promoção das exportações e internacionalização das empresas angolanas.
Segundo um documento que o JE teve acesso, o memorando tem ainda como objectivo o reconhecimento pela AIPEX da condição da Câmara, como parceira e interlocutor privilegiado no mercado Sul-africano, para identificação de potenciais investidores para o País, bem como a aprovação de uma Agenda de missões conjuntas, fóruns, feiras, seminários, colóquios etc., em Angola e na África do Sul, com apoio de instituições públicas nacionais, regionais e locais e de organizações empresariais, tendo em vista: Identificação de oportunidades de investimentos e de exportações.
A auscultação das preocupações e das necessidades da classe empresarial, troca regular de informações relevantes sobre a actividade de cada uma das organizações, nomeadamente no que respeita a negociação e assinatura de linhas de crédito e de seguros de crédito, bem como de pacotes de financiamentos institucionais, bancários e empresariais, são dentre outros os objectivos do memorando.
O documento destaca ainda, o reforço das capacidades institucionais das duas organizações, que assegurem maior competitividade, transparência e prestação de contas, nas relações comerciais e financeiras que envolvam
operadores dos países.
Importa referir que para além da AIPEX, o evento contará com o apoio das empresas DAIMIC e SADAKA, maior rede de concessionárias de Angola.

Lei do Investimento
A AIPEX apresentou recentemente em Luanda, o Regulamento da Lei de Investimento Privado. O referido diploma foi apresentado num encontro de trabalho com os representantes de Escritórios de Advogados, Consultoras Nacionais e Internacionais e Ordem dos Advogados e que foi aberto pelo Presidente do Conselho de Administração da AIPEX, Licinio Vaz Contreiras.
O encontro contou com a presença do secretário de Estado para Economia em representação do Ministro da Economia e Planeamento, Instituições públicas inerentes ao processo do Investimento Privado como: Administração Geral Tributária (AGT), Banco Nacional de Angola (BNA), Serviço de Migração e Estrangeiro (SME), Guiché Único da Empresa (GUE).
O Regulamento foi apresentada pelo administrador da AIPEX José Chinjamba..
A Lei 10/18 estabelece os princípios e as bases do investimento Privado na Republica de Angola, fixa os benefícios e as facilidades que o estado angolano concede aos investidores privados e os critérios de acesso aos mesmos, bem como estabelece os direitos, os deveres e as garantias dos investidores privados.