Capa

África subsahariana

As projecções, até 2030, para a Africa Subsahariana, apontam para um crescimento da população de um milhão trezentos e setenta e oito milhões de habitantes, uma taxa demográfica média anual de 2.5 por cento e uma taxa geral de urbanização de 41 por cento, segundo dados de 2016 do Relatório de Desenvolvimento humano do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

As estimativas dão conta que a população da África subsaariana é, essencialmente, jovem, pois a da faixa etária com menos de cinco anos de idade, representa 16,5 por cento do total e a idade mediana é de 18,3 anos de idade.
A taxa de crescimento médio anual da população registada entre 2000 - 2015 foi de 2,7 por cento, comprovando-se de facto a localização desta parte do continente africano no começo da segunda fase da tradição demográfica.
Estima-se ainda que, até 2015, tenha se verificado uma taxa anual de crescimento demográfico de 2,7 por cento, isto entre 2010-2015, sendo que o rácio médio de urbanização foi de 37.9 por cento. Na visão dos govrnantes e responsáveis pela política juvenila em África, os números expressam um considerável potencial de crescimento da actividade económica e uma possibilidade de mitigar pressão sobre os equipamentos sociais disponíveis nas cidades.